Sou a Thalita Vitoreli, jornalista, 27 anos. Me casei em 2012 e estou aprendendo a curtir a maravilhosa viagem que é o casamento!
Vamos juntas?!
Confira aqui todas as colaboradoras do Tô Casada.com!

Curta no Facebook!

Instagram

Parceiros

+ acessadas

Arquivos

O uso criativo do conflito

11mar
Publicado por Blog TôCasada.com

CONVERSA DE CASAL

Olá meninas, tudo bem? Como vocês estão?

Vocês provavelmente já viram que nós temos uma tag aqui no blog que demos o nome de: Deus, eu e você. Como muitas de vocês já sabem o blog tem uma visão cristã sobre o casamento e além de falar de viagens, mundo mulher, cuidados com a casa, nosso principal objetivo é entender a importância de DEUS no contexto familiar e na vida a dois. Cremos que Jesus quer fazer parte de cada um dos momentos de nossa vida, e o casamento, com certeza, é um deles. Ele é o nosso ajudador, conselheiro e Nele encontramos o que precisamos para sermos mulheres sábias e termos relacionamentos abençoados e abençoadores, amém!?

Hoje eu quero dar início aos posts da nova tag e compartilhar com vocês uma palavra que foi ministrada no culto de Casais da Igreja que frequento, Nova Aliança de Londrina – PR. Essa palavra, cujo tema foi: O uso criativo do conflito – foi compartilhada pelos pastores Davi e Monica de Sousa.

Se você é casada você certamente já viveu conflitos com o seu cônjuge não é mesmo? E se você é recém-casada…aí, nem se fala, certo? Para as que ainda não se casaram: Calma, não estamos querendo te assustar! O casamento é uma bênção, mas períodos de adaptações são inevitáveis.

Isso acontece porque viemos de contextos familiares diferentes, temos personalidades diferentes, exercemos papéis diferentes. O que em outras palavras quer dizer: conflito na certa!

Segundo o dicionário o CONFLITO é uma tensão que vem de ideias e posturas divergentes. Apesar disso, a Bíblia diz que: “não é bom que o homem esteja só” (Gn 2:18) – logo, fique tranquila, seguramente há espaço para dois no casamento e isso foi ideia do próprio Deus! “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.” (Gn 2:24).

Nesse sentido, é importante entendermos que conflitos podem ser saudáveis – tudo depende da nossa reação. Não estamos falando aqui de brigas e gritarias, muito menos de agressão física, ok!? Mas sim de uma conversa entre dois adultos que discordam de alguns detalhes, mas estão dispostos a resolver esses conflitos para o bem da relação.

Por isso, saiba que o que PENSAMOS, SENTIMOS e DIZEMOS durante um conflito fará toda a diferença no resultado final!

Como sabemos a Bíblia nos fala muito sobre o cuidado que temos que ter com a nossa língua. O que dizemos é determinante em um conflito. Veja alguns versículos: “Alguém há cuja tagarelice é como pontas de espada, mas a língua dos sábios é medicina.”(Pv 12:18) A língua serena é árvore de vida, mas a perversa quebranta o espírito. (Pv 15:4) O que guarda a boca e a língua guarda a sua alma das angústias. (Pv 21:23).

Apesar de sermos diferentes, termos contextos e expectativas diferentes a gente não vai viver em pé de guerra, não é mesmo?! Por isso, hoje quero compartilhar de algumas sugestões e dicas para resolver conflitos que recebi durante essa ministração e que creio que será de grande utilidade para você que é casada e quer ter um casamento abençoado. Pra mim as dicas foram uma bênção e espero que produza algo de bom no seu relacionamento também!

  1. Diálogo: um dos passos para resolver um conflito sempre é o diálogo.
    Desarme-se. Para realmente resolver um conflito é preciso estar disposto a isso;
  2. Dê o primeiro passo: alguém tem que tomar a iniciativa não é mesmo?! Não espere a noite passar para resolver as coisas com o seu esposo;
  3. Escolha o local e a hora ideal: nunca resolva seus conflitos na frente de parentes, amigos e filhos. Escolha um lugar onde vocês possam ficar à sós e um horário em que os dois estejam calmos. Não vá resolver os conflitos quando seu esposo acaba de chegar cansado do trabalho!
  4. Seja um bom ouvinte e valorize os sentimentos do seu cônjuge: é claro que você precisa falar, mas também precisa ouvir. Ouça com atenção. Não fique formulando a próxima resposta enquanto seu esposo faz suas queixas. Entenda que os dois tem coisas importantes para dizer;
  5. Tome cuidado com as palavras depreciativas: como já falamos sobre a língua anteriormente. Lembre-se que a vida e morte estão sob o poder da língua. Não use palavrões. Não aponte defeitos. Saiba que até o seu tom de voz e a sua postura durante a conversa comunicam;
  6. Controle a ira: as vezes algumas situações realmente nos tiram do sério. Por isso é tão importante escolher a hora e o momento certo para resolver o conflito. Se não estiver bem, não converse. Ore primeiro e acalme-se para então conversar com seu esposo;
  7. Ataque o problema e não a pessoa: vocês dois estão ali para resolver um conflito e não para disputar quem ganha a batalha, certo?! Resolva o problema e não ataque a pessoa;
  8. Nunca levante situações já acertadas no passado: isso é péssimo para a relação. Não traga problemas já resolvidos para o meio da conversa;
  9. O perdão é uma decisão: o perdão não é apenas sentimento, mas sim uma decisão racional. Todos nós erramos. Decida perdoar e você também será perdoada quando necessário;
  10. Elogie: quando o seu cônjuge fizer algo legal, que tal elogiá-lo?! Não foque somente no problema, mas perceba também os acertos e a disposição;
  11. Tenham tempo de qualidade juntos: se todas as vezes que vocês se encontrarem acontecer uma briga a relação vai ficar chata! Por isso, tenham tempo de qualidade juntos. Saiam para jantar, ir ao cinema. Façam aquelas coisas que gostavam de fazer no início do relacionamento. E lembrem-se: os casados são esternos namorados!
  12. Peça ajuda: quando as brigas estão muito frequentes e o casal não consegue chegar a um acordo é hora de pedir ajuda. Procure um casal de confiança que possa te ajudar. Busque ajuda no grupo de casais da sua igreja. Uma ajuda psicológica também será bem vinda;
  13. Façam acordos: Acordos e concessões de ambas as partes são sempre essenciais para uma relação.

Essas dicas são simples e você certamente já ouviu algumas delas em momentos de sua vida. Agora: vamos praticar!?

Um abraço,

assinatura_thalita