Sou a Thalita Vitoreli, jornalista, 27 anos. Me casei em 2012 e estou aprendendo a curtir a maravilhosa viagem que é o casamento!
Vamos juntas?!
Confira aqui todas as colaboradoras do Tô Casada.com!

Curta no Facebook!

Instagram

Parceiros

+ acessadas

Arquivos

Devocional #3 – A Resolução de Toda Mulher

22abr
Publicado por Blog TôCasada.com

devocional 3

Você já teve a sensação de passar por uma experiência ou uma fase de sua vida e não estar de fato vivendo-a e aproveitando-a como deveria? Já ficou ansiosa pelo que o futuro lhe reservava a ponto de esquecer de viver o presente com a intensidade merecida? Se você é como a grande maioria das mulheres, certamente sua resposta foi sim. E hoje é sobre isso que vamos falar no nosso tempo devocional: vivendo BEM, vivendo um dia de cada vez com contentamento!

“Quando era adolescente eu corria em direção à vida adulta; enquanto era universitária solteira, eu mal podia esperar para começar logo um relacionamento estável e fora da faculdade para “de fato começar a minha vida”. Assim, com um companheiro amoroso prometido para a vida inteira, desfrutei os primeiros anos de casamento. Porém, algum tempo depois, secretamente disfarcei meu descontentamento com o fato de não ter filhos. E quando começaram a vir os filhos, as noites ficaram longas, os dias ainda mais longos e eu pedi a Deus que a hora de dormir chegasse logo. Estive presente em todos aqueles dias da minha vida como aluna, esposa, mãe – mulher – e, ainda assim, eu só conseguia relembrar poucas emoções atreladas a alguns acontecimentos da minha vida. Por quê? Porque eu estava lá, mas não estava realmente lá.”

Imagino que você já deva ter passado pela experiência descrita acima. Adolescente que quer virar adulta. Universitária que quer se casar e ter sua própria casa. Esposa que deseja ter filhos. Mãe que quer que os filhos cresçam. Uma sucessão de acontecimentos seguidos que vão passando pela nossa vida e deixando que a ansiedade tome conta do nosso coração e mente. O medo misturado com a expectativa do futuro batem diariamente à sua porta e você decide, inconscientemente, viver de maneira a sempre esperar o próximo clímax na história da sua vida.

“Eu era assim. Sempre olhava para o próximo momento, o próximo mês, o próximo acontecimento, raramente me permitindo o privilégio de participar e aceitar completamente os acontecimentos que estavam bem diante de mim naquele dia.”

Dessa forma, você e eu acabamos por não dar a devida atenção para o presente e desfrutar de cada momento que Deus preparou para nós pensando que, o que o futuro nos reserva é sempre melhor do que o presente que está bem diante do nosso nariz. Pense bem: a adolescência, a juventude, o casamento, a maternidade são bênçãos que foram planejadas por Deus para que, no seu devido tempo, nós mulheres desfrutássemos delas de maneira plena.

“Em vez de desfrutar cada momento, cada ano, cada oportunidade e cada passo da jornada, estou constantemente ávida para ver o que vem depois, que sempre parece mais excitante do que aquilo que está diante de mim. Eu raramente fico satisfeita com a minha situação atual”

Nada contra ter expectativas quanto ao futuro. Sonhar com ele e planejá-lo é saudável. Mas há uma diferença entre esperar o futuro e viver esperando o futuro. Você consegue perceber esse detalhe? Esperar vivendo versus viver esperando. Você tem esperado e sonhado com o seu futuro sem deixar que isso afete o seu presente? Ou você tem dedicado os seus dias e horas vivendo a esperar ansiosamente o futuro?
Quando a autora do livro menciona sobre essas questões de sua vida ela está prestes a completar mais um ano de vida. Os 36 anos estão batendo à sua porta e ela chega a conclusão que não aproveitou as idades anteriores como deveria.

“Ah, eu tinha aproveitado bastante, mas não tinha me entregado saboreando, estumando, celebrando e apreciando – os únicos trinta e cinco anos da minha vida que estavam prestes a acabar, e diante de mim apresentava-se mais um ano, cheio de todas essas coisas, pessoas, acontecimentos, relacionamentos e marcos que seriam únicos na minha experiência de vida – minha única chance de ser a pessoa que eu seria naquela idade e naquela fase.”

Ao analisar como tem vivido seus dias, a autora do livro A Resolução de Toda Mulher chega à conclusão de que a raiz dos problemas que nós mulheres enfrentamentos quanto à expectativa do futuro está no DESCONTENTAMENTO. Ficamos descontentes com nossa situação atual e acreditamos que o próximo acontecimento de nossa vida pode nos salvar desse “marasmo”. E, assim, num círculo vicioso, vamos deixando a vida passar por nós.

“Descontentamento. Ele bate na sua porta assim como bateu na minha, ansioso para entrar e se sentir em casa. Mas em vez de apenas vir para uma visitinha em raras ocasiões, ele se recusa a ir embora, espalha suas malas por toda parte e ocupa cada cantinho do espaço que você achava que havia fechado para este odiado intruso. Ele vem, fica e rouba seus anos. E, assim, antes de perceber, você já perdeu as alegrias de sua jornada, o crescimento que vem das lutas contra as dificuldades e a doce e saborosa experiência de criar lembranças”

Então, a pergunta é: o que fazer diante do descontentamento que insiste em permanecer em sua vida?
O primeiro passo é identificar que esse sentimento entrou em sua vida e que suas consequências são negativas para você e para o que te cercam. Entender o que a Palavra de Deus diz sobre isso também é uma chave para a vitória. Veja:

“Tendo porém, sustento e com que nos cobrirmos estejamos com isso contentes” (I Timóteo 6:8)
“Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes, porque ele disse: “não te deixarei, nem te desampararei” (Hebreus 13:5)

Outro passo é orar pedindo a Deus e ao Espírito Santo que as verdades da Palavra produzam mudança, vida e frutos em você. Caminhar com mulheres que tenham objetivos semelhantes ao seu e que queiram crescer em Deus também é uma estratégia que abençoará sua vida.

Para que você possa refletir sobre o assunto durante essa semana, sugiro que pense sobre as seguintes questões:

  1. No que você tem se apressado? O que você tem tido pressa para conseguir?
  2. Quais foram as fases boas da sua vida que você perdeu na tentativa de apressar as mais difíceis?
  3. O que você pode fazer de diferente hoje para juntar todas as coisas boas ao seu redor e desfrutar da jornada de sua vida?

Tenha um ótimo dia!

assinatura_thalita

 

 

Ainda não conhece nosso projeto de Devocional? Sempre às quartas-feira compartilhamos nossas impressões sobre um capítulo do livro A Resolução de Toda Mulher. Participe com a gente! Conheça mais sobre o projeto clicando aqui.

Devocionais anteriores: #1Devocional #2Devocional