Sou a Thalita Vitoreli, jornalista, 27 anos. Me casei em 2012 e estou aprendendo a curtir a maravilhosa viagem que é o casamento!
Vamos juntas?!
Confira aqui todas as colaboradoras do Tô Casada.com!

Curta no Facebook!

Instagram

Parceiros

+ acessadas

Arquivos

Posts da categoria: Devocionais

Devocional #26 – A Resolução de Toda Mulher

14out
Publicado por Blog TôCasada.com

devocional 26

 

Nas últimas três semanas temos falado sobre a importância do perdão. Se você perdeu alguma devocional pode revê-las aqui #Devocional24 e #Devocional25.

Pedir Perdão. Receber perdão de Deus e daqueles que ofendemos. Perdoar. Quanta diferença essas atitudes podem fazer em nossa vida não é mesmo? Eu posso dizer, pois já experimentei. Mas não foi fácil.
Você já ouviu as histórias dos animais que foram criados em circo? Quando eles são resgatados e podem desfrutar de liberdade, surpreendentemente, não conseguem reagir. O pônei, continua andando em círculos. O elefante, que mesmo não estando mais amarrado, não foge do cativeiro. Por quê? Um padrão, costume, hábito – seja qual for o nome que você dá a isso – difícil de ser quebrado.

Leia mais »

Devocional #25 – A Resolução de Toda Mulher

30set
Publicado por Blog TôCasada.com

devocional 25

Seria repetição eu dizer para você que PERDOAR é necessário. Mesmo que seja a última coisa que a gente queira fazer, nós sabemos que devemos perdoar, não é verdade? Ninguém quer viver carregando um peso, uma amargura, um ressentimento sobre o passado e as pessoas. Mas porque é tão difícil perdoar?

Quero destacar três aspectos que considero importantes sobre o perdão:

1.Precisamos aceitar o perdão de Jesus.
2.Precisamos perdoar quem errou conosco.
3.Precisamos pedir perdão sobre os nossos erros.

Leia mais »

Devocional #24 – A Resolução de Toda Mulher

23set
Publicado por Blog TôCasada.com

devocional 24

 

Uma hemorragia é caracterizada pela intensa perda de sangue por algum orifício ou corte, para dentro ou fora do corpo. Quando há uma hemorragia interna ela só pode ser identificada com base em exames específicos e, se não tratada a tempo, pode ocasionar a morte do paciente. Uma morte silenciosa.

O mesmo acontece com nosso coração. Amargura, ressentimentos, situações mal resolvidas, adoecem a alma como uma hemorragia interna faz com o corpo. Quando vamos perceber, os sentimentos já tomaram conta do nosso interior e corroeram-nos por dentro. Passamos a operar no modo automático, muito preocupados com o exterior, porém agitados por dentro.

Existe, porém, um caminho de cura. Esse caminho é EXAMINAR-SE A SI MESMA e PERDOAR. Ao longo das próximas três semanas, vamos falar sobre a importância do perdão em nossas vidas…

Leia mais »

Devocional #23 – A Resolução de Toda Mulher

16set
Publicado por Blog TôCasada.com

devocional 23

 

Bom Dia! Nas últimas duas semanas temos falado sobre a importância de ouvir antes de reagir e do poder que há em nossa língua. Se ainda não viu, aqui está –> Devocional 21 // Devocional 22

Hoje, vamos nos aprofundar nesse assunto e estamos rumo à nossa quinta decisão: Estimar os outros com nosso tempo, preocupação e total atenção. Vamos lá?

Quando uma rachadura começa a aparecer em uma casa, algumas alternativas para “dar um jeitinho” logo aparecem. “Pinta, que resolve!” “É só passar uma massa corrida por baixo!” Mas, na maioria dos casos, essas medidas são paleativas e só resolvem parcialmente o problema. Logo, as rachaduras voltam a aparecer. E elas trazem suas amigas! Por quê? Porque o problema não está nas paredes e naquilo que se pode ver, está na fundação da casa! As rachaduras são apenas o sintoma do problema.

Essa é apenas uma ilustração de uma casa, mas pode descrever muito bem aquilo que acontece dentro de nós.

Sabe de uma coisa? Podemos conversar sobre o poder da nossa língua e ver o que a Bíblia diz sobre isso, como estamos fazendo nas últimas semanas. Podemos nos comprometer em cuidar das nossas palavras e usá-las com sabedoria. Podemos e devemos fazer isso. Mas, de nada adiantará, se não entendermos que a raiz do problema está em nosso coração. Será como a pintura e a massa corrida, que não resolvem o problema. Apenas o mascaram. O que pensamos e depois verbalizamos nasce em um lugar: no nosso coração! Que se comparado com a ilustração do início do texto, representa a fundação da nossa casa.

“Qualquer mudança duradoura que você fizer no controle do seu discurso terá que começar na base, na fundação, exatamente onde as rachaduras são realmente formadas e onde os avanços podem realmente acontecer.”

Em Lucas 6, versículo 45 está escrito: “Porque a sua boca fala do que está cheio o coração.” Nossas palavras, tom de voz e os assuntos das nossas conversas dizem o que há em nosso interior. As palavras que proferimos são como as rachaduras da parede que revelam o que está acontecendo na fundação da nossa vida, que é o coração.

“E assim como enchentes iminentes irromperão através de uma barragem, assim como o milho de pipoca explodirá no fogão, o conteúdo do nosso coração inevitavelmente empurrará e pressionará os lados, incapaz de permanecer contido, necessitando de mais espaço para expandir-se e, mais tarde, transbordando nas nossas palavras e conversas. Não podemos evitar e não conseguimos refrear isso.”

“Minha boca é só um barômetro que revela se estou imersa em humildade e rendida em obediência ao Senhor ou se estou abrigando um espírito desnutrido que teimosamente recusa-se a ceder à sabedoria da Palavra de Deus. É uma questão de fundação.”

Deus dá grande importância para o nosso interior. Provérbios 4:23 diz que do nosso coração procedem as fontes da vida e que devemos cuidar dele mais do que qualquer outra coisa.

“Você deve ser a guardiã do seu próprio coração, sem permitir que ele seja poluído por qualquer coisa que dificulte a sua missão de ser semelhante a Cristo. Quanto mais você mergulha na Palavra de Deus e na Sua verdade, mais você pode ter a esperança que terá um grande reservatório repleto de todos os tesouros necessários para abrandar as suas conversas com sabedoria, bondade e humildade.”

“O coração é um reservatório, um tanque onde ficam cada atitude e crença que colocamos lá ou que permitimos que fiquem lá. Ele é um depósito que contém a essência de quem somos e – devido à sua ligação direta com os nossos hábitos e ações – a imagem de quem estamos nos tornando.”

Na Bíblia, o coração é comparado com um tesouro. Um tesouro que pode guardar coisas boas ou ruins: “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal.” (Lucas 6:45)

“Os tipos de tesouro – bons ou maus – que transbordam dos nossos corações em nossas conversas, em nossas reações, em nossas iniciativas e em nossas expressões determinarão se guardamos injúria ou bênção.”

A pergunta não é: que palavras saem da sua boca? E sim: que tesouros você têm guardado em seu coração?

Deus abençoe você!

assinatura_thalita

Ainda não conhece nosso projeto de Devocional? Sempre às quartas-feira compartilhamos nossas impressões sobre um capítulo do livro A Resolução de Toda Mulher. Participe com a gente! Conheça mais sobre o projeto clicando aqui.

Devocionais anteriores:

#1Devocional#2Devocional #3Devocional #4Devocional #5Devocional

#6Devocional #7Devocional #8Devocional #9Devocional #10Devocional

#11Devocional #12Devocional #13Devocional #14Devocional #15Devocional

#16Devocional #17Devocional #18Devocional #19Devocional #20Devocional

#21Devocional #22Devocional

 

Devocional #22 – A Resolução de Toda Mulher

09set
Publicado por Blog TôCasada.com

devocional 22

Você já viveu a experiência de falar algo que não deveria ter dito? Aquele sentimento de querer engolir as palavras de volta? A constatação na pele de que ‘em boca fechada não entra mosquito’?
Quem nunca, não é mesmo?

Muitas vezes, a experiência nos mostra aquilo que ouvimos ao longo dos anos dos nossos pais. “Não precisa dizer tudo o que vem à sua cabeça, menina!”. E mais ainda, aquilo que está escrito na Bíblia sobre a língua. “Na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio.” (Provérbios 10:19)

Você consegue perceber que há uma nítida interligação entre a sabedoria e a língua? A autora da Resolução de toda Mulher compartilha uma definição de sabedoria muito reveladora: saber o que dizer e o que não dizer. “Há uma beleza, sabedoria e um poder envolvidos na reflexão cuidadosa daquilo que eu digo e de quando escolho dizê-lo.”

Dominar a língua não é das missões mais fáceis na Terra. A Palavra de Deus diz em Tiago 3:2 “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo.” Percebe o grau de importância???

“Controlar as nossas palavras é ser como um capitão surpreendido por uma tempestade furiosa em mar aberto, que estrategicamente movimenta o pequeno leme de seu navio traçando o seu curso e, finalmente, determinando o seu destino, levando-o com segurança até a costa.”

Fato: sabedoria muitas vezes é revelada no silêncio. Isso não significa que você não deva falar, conversar, expressar-se. Mas que dizer que você pensa antes de falar. Que você domina e controla a sua língua, e não o contrário. “Você apenas ouve e aprende, contemplando e refletindo, ponderando e esperando. Isso é ter sabedoria e poder.”

O controle da língua também revela o quão madura estamos. Nos impulsiona a ser o tipo de mulher de influência que Deus deseja que sejamos.

“O silêncio é nossa maneira de nos aprofundar, de descobrir a maturidade e de exercitar o tipo de influência que Deus quer que exerçamos sobre os outros, em oposição à alternativa destrutiva e desanimadora. “Saber o que dizer” e “o que não dizer” em um momento inadequado nos coloca em uma posição – quando é chegado o momento de nos expressar – em que nossas palavras podem refletir uma bênção extremamente positiva.”

Você certamente conhece alguma mulher que é sensata e equilibrada, que quando fala tem sempre algo bom e edificante a dizer. Aquele tipo de pessoa que sabe dizer a verdade em amor. Que mulher não gostaria de ser conhecida dessa maneira? Pois saiba que a bênção do silêncio está acessível a todas nós para possamos aprendê-la, amá-la e viver de acordo com ela.

“Quando ela fala, seus conselhos e avaliações são sensatos e sóbrios, prudentes e significativos. Aqueles que a ouvem percebem que sua fala é fruto de uma reflexão responsável e são privilegiados por estarem ouvindo – ansiosos, ávidos, prontos para aprender – sabendo que “prata escolhida é a língua do justo” (Provérbios 10:20). Valiosa, valorizada, preciosa e digna. Palavras que alimentam, edificam e beneficia, os outros.”

Reflexão: O que mudaria imediatamente para melhor na sua vida se você começasse a exercitar a prática espiritual do silêncio?

Da próxima vez que for dizer algo, faça a si mesma as perguntas: É importante? Isso acrescenta algo? Envolve outras pessoas?
Esteja pronta a ouvir e reunir todas as informações antes de reagir. Resista ao impulso de revelar tudo o que a sua mente formula!

Quero finalizar a devocional de hoje com um desafio lançado pela autora do livro. Você topa?

Desafio: De modo proposital procure não dizer coisas que não devam ser ditas e permita que o comentário rude ou inapropriado de outra pessoa fique sem uma resposta sua. Faça isso por um dia, dois..uma semana, um mês.

Deus abençoe você!

assinatura_thalita

Ainda não conhece nosso projeto de Devocional? Sempre às quartas-feira compartilhamos nossas impressões sobre um capítulo do livro A Resolução de Toda Mulher. Participe com a gente! Conheça mais sobre o projeto clicando aqui.

Devocionais anteriores:

#1Devocional#2Devocional #3Devocional #4Devocional #5Devocional

#6Devocional #7Devocional #8Devocional #9Devocional #10Devocional

#11Devocional #12Devocional #13Devocional #14Devocional #15Devocional

#16Devocional #17Devocional #18Devocional #19Devocional #20Devocional

#21Devocional